Tag Archives: cinha jardim

Voltei, voltei…

José-SócratesSócrates está de volta, vai ser comentador da RTP e Portugal ficou mais histérico que o Pedro Granger depois de descobrir que já há dildos do Justin Bieber.

Antes de mais, tenho de dar a mão à palmatória e também ao juiz desembargador que me paga as contas: para alguém com um nível de escolaridade tão baixo, o Relvas é brilhante!  Esta jogada de meter a RTP a contratar o Sócrates, digam o que disserem, é de génio! É que com uma só decisão consegue: abafar o facto de também terem contratado Morais Sarmento (o ex- Ministro da Presidência dos “governos” de Durão e Santana), meter as pessoas a falar no antigo primeiro-ministro em vez de falarem nas críticas que a troika fez ao governo na 7ª avaliação e nas habituais previsões erradas do Gaspar, destabilizar o Seguro, que já andava de peito feito e meter milhares de pessoas a favor da privatização da RTP. Brilhante, senhor Ministro! No entanto, apesar de genial, esta é também uma jogada de risco. Sócrates garante audiências, é carismático e, apesar de não ser um cantor do gabarito do Passos, atrai tanto a mulherada como o pessoal que vai beber Safari Cola ao Finalmente. Numa altura em que o governo está mais fragilizado do que a Elisabeth Fritzl, pode correr mal dar tempo de antena a alguém assim, principalmente quando esse alguém consegue meter mais gente a ver a RTP do que o Fernando Mendes a apresentar o Preço Certo com uma farinheira e três chispes a sair-lhe da boca.

Se Sócrates tem legitimidade para ser comentador político depois da sua governação? Na minha opinião, tem. Não pornuno ter sido um bom primeiro-ministro, atenção! Mas sim porque quando temos gente como o Nuno Rogeiro, o Pacheco Pereira ou o Nuno Melo como comentadores, qualquer um o pode ser, desde que tenha um cabelo grisalho e que use frases como: “antes de mais, convém fazer um ponto prévio”, “essa não é a questão essencial” e “a culpa, toda a gente sabe, vem do anterior governo”. Aliás, tendo em conta o actual painel de comentadores nacionais, pode mesmo dizer-se que Sócrates será dos poucos que saberá do que fala, pois foi um dos responsáveis por estarmos onde estamos.

cinhaNo entanto, toda esta agitação em torno do regresso de Sócrates à vida pública me parece exagerada. Sócrates foi 3 vezes a eleições, venceu duas e perdeu uma. Foi um primeiro-ministro eleito pelo povo. Foi bom? Na minha opinião, não. Mas e Santana Lopes? Foi um primeiro-ministro não eleito, teve mandatos desastrados à frente de duas autarquias, foi presidente de um clube de futebol que não venceu nada e, pior que tudo isto, andou a papar a Cinha Jardim! No entanto, é hoje um comentador respeitado da nossa praça e não vejo ninguém indignado com isso.

Sócrates vai ser comentador da RTP, está decidido, não vai cobrar nada, até porque não precisa, uma vez que as roupas no Freeport são baratas, e vai dar audiências, o que é positivo para um canal que tem menos espectadores do que dois cães a pinar no Youtube. Se é uma vergonha ou não, as opiniões dividem-se. Agora, uma coisa é certa: tanto eu como vocês vamos ver, quanto mais não seja para podermos treinar os insultos para os jogos finais do campeonato.

tv-futebol-20100619171057

Anúncios

Se isto aqui fosse a Suécia

E se Portugal fosse como a Suécia? Isto é que era! Nestes tempos que correm é cada vez mais recorrente sonharmos com a vida da malta lá de cima. Na internet há uma ferramenta que torna este exercício de evasão ainda mais fácil. Trata-se de um site popularmente conhecido como Ikea Name Generator. Mete lá qualquer nome que o site gera uma versão suecóide dele, perfeita para batizar um móvel. Não, não vou dar o link agora senão vais abandonar este blog e pular para lá a ver como te chamarias se fosses uma estante da Ikea. Ou, mais provavelmente, um personagem do Stieg Larrson.

Calma, que vou ser breve. Apenas vou expor, numa pequena lista, como penso que seriam algumas personalidades, instituições e locais portugueses em versão sueca:

Håt Göld seria uma exportadora mundial de filmes porno.

Päços d Sferreyrke seria a capital do móvel no mundo e daria cabo da Ikea.

Käti da Casa dos Segredos saberia o que é a África, onde fica a África, a população da África, a área total da África, aliás Käti não estaria na Casa dos Segredos porque este reality show não chegaria à segunda edição por falta de audiência.

Krystiåno Ronnålddo gastaria bem menos cera para ficar completamente depilado.

Sluki Mönniz teria ganho o Eurovisão.

No Pärkwy däs Nåkoes não haveria cocós de cães no chão, nem resmungaríamos merdda! ao pisá-los.

Se Pynnto da Köjsta falasse sobre frutas ao telefone, seria para pedir à Fjernånta que comprasse lingonberries.

Manoel de Oliveira não precisaria ter um nome sueco para ser um realizador tão soporífero quanto Ingmar Bergman.

Sinha Jarddymke teria muita sinceridade capilar.

Sfé Pöfynho teria se suicidado após ouvir o último discurso à nação de Peddro Pasjsvös Kåellho.

Agora é contigo, vai ao Ikea Name Generator e converte quantos mais nomes achares necessário para transformar Portugal numa utopia nórdica: http://www.blogadilla.com/swedishFurniture/swedishFurniture.html


%d bloggers like this: