Os velhos são de Marte, as velhas são de Vénus

André Silva - Pioneer plaque com Goucha

O espaço, a última fronteira. Com a  missão “Inspiring Mars”, conhecida nos corredores da NASA como “Andarilho 13”, o  milionário Dennis Tito  quer recrutar um casal de meia idade para uma viagem a Marte. Qual é o número de vezes que um homem aguenta ouvir as frases “Já te enganaste outra vez no caminho!” ou “A minha mãe bem me avisou!” sem cometer homicídio? A estas e outras questões primordiais para a Ciência, o excêntrico aventureiro espacial pretende dar resposta.

dennis tito

Em relação ao recrutamento não era preciso grande publicidade para atrair candidatos em Portugal,  bastava um panfleto a anunciar uma “Excursão a Marte com oferta de um litro de azeite e bailarico” e tinham uma fila que dava a volta a três quarteirões. A par dos jantares-convívio do “grupo do Euromilhões”, as excursões com direito a brinde são das actividades mais populares entre a meia/terceira idade. Quanto ao destino não são muito exigentes, é malta que tanto vai a Óbidos como ao Planeta Vermelho, haja degustação de queijos e enchidos. Estes eventos são tão populares porque são à borla ou pelo menos bastante em conta, e a única condição é a assistência a uma demonstração de panelas ou colchões. Por norma a coisa nem corre mal  e o excursionista chega a casa com parte da reforma e um kit que permite cozinhar a vapor para 600 pessoas, que é coisa que faz sempre falta. Eu já tive uma demonstração do género lá em casa, quiseram vender aos meus pais um desses aspiradores que custa o mesmo que um carro. Não tiveram grande sorte. Não tiveram porque os acorrentámos a um  móvel da sala, já iam mais esganados que os marinheiros de Ulisses a caminho do convívio com as Sereias.

 André Ulisses Sereias

Para esclarecer os potenciais interessados, há um site com FAQ em várias linguas. Na versão portuguesa é possível encontrar respostas a questões como “Pára em Alcântara?”, “É preciso levar um agasalho?” ou “Lá dá  para ver o Goucha?”.  Esperam os candidatos provas duras como “Nomes de doenças começadas por G” ou calçar e descalçar pantufas de olhos vendados em menos de 30 segundos.

A vida na cápsula não estaria muito longe da rotina. Para uma população mais envelhecida, passar horas a fio a olhar para um monitor com informação enfadonha não é grande novidade,  pois já o fazem com os programas da tarde.  Em relação ao “take off”, claramente um dos momentos mais dramáticos da jornada, fosse um foguete ou a sala a levantar voo também não iam notar grande diferença, eventualmente suscitaria um comentário do tipo “O senhor doutor já te disse para não abusares das leguminosas.”  

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: