Comecei a beber café e estou a adorar

Isto é muita bom! Tenho 27 anos! Sempre ignorei o café, pensando, “Para quê ter um mau vício?” Mas isto é um vício muita bom! Faço muito mais numa hora do que costumava fazer numa só semana. Café! Comprei uma máquina de café. Faz-me o café pela manhã! Abro os olhos e PAU, está lá, feito. Consigo ver! A diferença entre chá e café é a de um cacilheiro para um foguete. Onde é que eles estão, já agora? No Cabo Canaveral? Vamos lá! O café alimenta-me a criatividade. Consigo criar algo novo assim do nada. “O Amílcar ri como um lunático lavítico!” Viram? Foi instantâneo! O que quer dizer “lavítico”? Inventei. Não importa! Café! Vou transformá-la numa palavra a sério. Quer dizer gradualmente ameaçador. Usa-a! Ei, se calhar vou experimentar teatro de improvisação. Aposto que faço muita bem sob o efeito do café. Sim… Sim! Inscreve-me! Porque é que não pensei nisto no secundário? Aposto que ainda acabava a ensinar o grupo de teatro e tudo. Chega-te para lá, Sr. Camisola de gola alta! Lê os meus lábios: eu vou ensinar o grupo de teatro a fazer teatro. Baunilha Francesa! Sabe a quê? Deve ser delicioso! Dá-me uma beca. Açúcar? Não preciso. Convido rapazes para tomar café. Falo durante o tempo todo! Costumava ser tão tímido! Sexo! Ontem, telefonei para o meu banco para me queixar das taxas! Ofereceram-me um reembolso! Agora já sei que vale a pena queixar-me. Como é que é fumar? Alivia mesmo o stress? Estou a pensar em viciar-me em cigarros. Vou comprar um maço e treinar já a partir do dia de hoje! Agora já percebo porque é que estas coisas são tão populares. A sério. Não é sátira. Tenho ainda muita actualização de vícios para fazer. Pergunto-me onde é que estaria hoje se já bebesse café há mais tempo? Não importa, eu vivo no agora, agora! Tenho de ir à casa de banho! Talvez tivesse inventado a Internet! Puto, acreditas mesmo? Costumava pensar em formas de comunicarmos uns com os outros, através de computadores, ainda antes de o começarmos a fazer. Mas aí está a diferença. Costumava pensar nas coisas. Agora faço-as! É melhor começar a trabalhar no meu retérmico, antes que alguém o faça. Retérmico – é tipo um frigorífico, mas mantém a comida à mesma temperatura com que foi colocada lá. O quente mantém-se quente! O frio mantém-se frio! Põe lá uma pizza a escaldar e mantém-se escaldante! Todos ao mesmo tempo! Re-tér-mi-co! Café gelado! Ainda não experimentei. Nem consigo imaginar. Podes beber café no verão! Voleibol!

“Quando a vida te dá limões, faz café… e então terás o desejo de fazer limonada.”

Celso Moura, 2012

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: